13.10.09

Um luz insuportável

Seu coração é argiloso e suas palavras embriagadas, encanta ouvidos por apenas 365 dias.
Triste fim, triste o seu fim entediante.
Qual a diferença de diversão e felicidade? você não sabe, não é?
Não sabe o que é amar, não compreende o que é compromisso, então satisfaz seus desejos carnais e afoga seu espírito no álcool de sua contentação.
Eu nunca pensei que seria o seu amor e ficar apaixonada por você não era o meu plano, mas tudo foi como se eu já tivesse visto seu rosto mil vezes. Vivendo todos os dias de reprise te ouvi colocando um ponto final no meu cansaço de você.
Você viciou seus olhos no mínimo escuro e me fez entender que viverá assim pra sempre.
Eu sou luz e você não suportou.

2 comentários:

njlo75 disse...

muito bom o seu blog..espero sua visita no meu..abraços.

Seagull disse...

E eu que nem sabia direito quem você era até ler este teu texto.E você tem toda razão...Luz não combina com escuridão,pois são antíteses. No entanto a luz brilha muito mais na escuridão mostrando o relativismo de todas as coisas.Eu vim aqui casualmente e nem tinha ainda visto
minha poesia postada aqui.Sempre temos surpresas essa a verdade.Deixo a você meu agradecimento por teu comentário.Beijos e abraços para você amiga poetisa.Até mais.